Arte/Humor

Diário do Bolso, 22 de setembro de 2021

 

22/09/2021 10:27

(Reprodução/Twitter)

Créditos da foto: (Reprodução/Twitter)

 
Diário, o Queiroga não me decepciona. Ele é um eu de jaleco.

Primeiro, mostrou o dedo para uma turma que estava enchendo o nosso saco. E os dois, com autoridade. Coisa de proctologista.

Depois, pegou covid.

Ministro da Saúde, pra mim, só presta se pega covid. Tem que enfrentar a doença, pô! Nada de covardia!

Como prêmio, o cara vai passar duas semanas em Nova Iorque. Que inveja!

O que eu mais gostei foi que o Queiroga apertou a mão do Boris Johnson, que depois se encontrou com o Biden. Se der tudo certo, o sujeitinho que venceu o Trump vai se dar mal. Como falava aquele personagem que eu esqueci o nome: “A minha vingança será maligna!”

O Queiroga também fez reunião com investidores, esteve no jantar na casa do embaixador brasileiro e passou pelo plenário da ONU. Ou seja, espalhou o coronavírus nacional pelo mundo todo. É que nem dizia aquele slogan de antigamente: “Exportar é o que importa!”

O cara está sendo um grande ministro. O que eu mais gostei até agora foi que ele seguiu o conselho da Ana Paula Henkel, aquela do vôlei, e suspendeu a vacinação dos adolescentes. A Ana Paula teve mesmo uma grande “sacada”. Sacada, entendeu, Diário? Nossa, como eu sou bom de piada.

(Uma coisa que eu pensei agora: será que a Ana Paula é anticomunista de tanto que perdeu pra Cuba?)

Pena que o comunojurista do STF, o Lewandowski (com esse nome deve ser um soviético polonês infiltrado) determinou que cada estado pode decidir se vai suspender ou não a vacinação dos chatolescentes. Ele disse que não existem evidências acadêmicas que amparem a decisão da pasta. Mentira! Aposto que a Ana Paula faz academia de ginástica todo dia!

Enfim, Diário, graças ao Queiroga ninguém pode dizer que nossa passagem pela ONU não teve um resultado positivo.

#diariodobolso



Conteúdo Relacionado