Arte/Humor

Diário do Bolso, 25 de novembro de 2021

 

25/11/2021 09:43

 

 
Todo dia é pesadelo, Diário. Todo dia! Hoje foi que um em que eu estava apostando uma corrida de cem metros rasos. Mas uma lula que usava quatro pares de tênis nos tentáculos me passou fácil, fácil. Eu ia conseguir chegar pelo menos em segundo lugar, mas aí a minha raia virou leite condensado, e eu comecei a escorregar. Levantava e caía. levantava e caía. E um pato, andando daquele jeito lá dele e fazendo quac, quac, acabou me passando.

Então a Micheque, digo, Michelle, me sacudiu e disse: "Pára de me chutar, Bolso!".

Aí eu acordei e contei para ela que tinha tido um pesadelo.

- Você quer um pão com leite condensado? - a Micheque, digo, Michelle me perguntou.

- Não! - eu gritei. - Tudo menos isso. Me conta só uma historinha mesmo.

Aí ela pegou aquele livro de criança que está sempre jogado por ali e me contou uma história que foi assim:

CASTORRE

O Castorre é uma mistura de castelo com torre. Ele é alto, bem alto, muito alto mesmo. E a rainha vive lá no último andar.

Ela mandou construir o Castorre porque queria se sentir acima de todas as pessoas.

Porém, os pássaros voam mais alto que o ponto mais alto do Castorre. E, não se sabe o porquê, adoram fazer cocô bem na cabeça da rainha.

FIM

Pô, Diário, essa história me tirou mais ainda o sono. Que história é essa de que os pássaros voam mais alto que o castelo e fazem cocô na cabeça da rainha? Quem são esses pássaros? A imprensa? Os urubus do STF? Os humoristas? As pessoas em geral?

E essa rainha sou eu ou qualquer governante?

Ah, Diário, maldita hora em que eu entrei no www.catarse.me/castelos e comprei esse livrinho.

Pô, eu pensei que eram histórias pra criança dormir, mas elas fazem adulto ficar acordado. Assim não dá!

#diariodobolso



Conteúdo Relacionado