Arte/Humor

Diário do Bolso, 4 de outubro de 2021

 

04/10/2021 10:35

 

 
Diário, umas imprensas aí (tipo Metrópoles, A Pública, Poder360 e piauí) descobriram que o Paulo Guedes tem uma ofixor de 9,5 milhões de dólares nas Ilhas Virgens (elas se chamam virgens, mas com esse dinheiro todo, não sei, não...).

Tá, mas e daí? É claro que o Guedes vai deixar o dinheiro dele lá fora. Ele sabe a bagunça que é a economia aqui no Brasil.

E não é só ele. A tal investigação, que se chama Pandora Papers, mostrou que tem 1.897 brasileiros nisso daí. Tipo os irmãos Andrea, Eduardo e Fernando Parrillo, donos da Prevent Senior; o dono da Riachuelo; o dono da Droga Raia; os donos da Grendene; uns caras da família Menin, que é dona da construtora MRV, do Banco Inter e da CNN Brasil; o dono da Rede D’Or, e o José Roberto Lamacchia e a Leila Pereira, donos da Crefisa.

Por coincidência, quase todos votaram em mim.

Mas é bom avisar, Diário, que ter dinheiro lá fora não é ilegal. É só uma espécie de pedalada fiscal.

Bom, no caso do Guedes podia ser ilegal, porque o Código de Conduta da Alta Administração Federal proíbe ministros de terem aplicações financeiras que possam ser afetadas por seus próprios atos. Mas a Comissão de Ética Pública deu uma passada de pano e disse que não viu nenhuma irregularidade.

Se fosse a Dilma em vez do Guedes, aí sim ia ser um escândalo e dava impiximem.

#diariodobolso



Conteúdo Relacionado